Início / Património / Grutas do Poço Velho
Início / Património / Grutas do Poço Velho

Grutas do Poço Velho

Morada

Largo das Grutas
Cascais
Georreferenciação: 38.700544, -9.421344

Visita

Visitas com marcação de 3ª a 6ª feira, das 10h00 e as 16h00. Inscrições até 48 horas através deste formulário

Sábados, domingos e feriados das 10h00 às 13h00 - visita gratuita, basta aparecer.

Conheça a gruta numa visita em 360º

Versão inglesa

Informações

Imóvel de Interesse Público - Decreto n.º 47508/67, de 24 de janeiro

As grutas naturais do Poço Velho localizam-se na margem direita da Ribeira das Vinhas, a cerca de 500 metros da sua foz, na Praia da Ribeira, em plena vila de Cascais. Atualmente, o acesso à rede de galerias faz-se por duas entradas diferentes.

Em 1879, o geólogo Carlos Ribeiro (o “fundador” da arqueologia cascalense) explora pela primeira vez estas grutas, tendo detetado nos sedimentos que preenchiam o seu interior vestígios arqueológicos que vão desde o Paleolítico até à Antiguidade Tardia. Para saber mais, visite a página deste local no site Lisboa Romana.

No entanto, a principal ocupação é de época neolítica e calcolítica (4º e 3º milénios a. C.) e corresponde à utilização da gruta como necrópole, tendo sido identificada mais de uma centena de enterramentos.

Entre 1945 e 1947, Abreu Nunes promove novas intervenções neste sítio arqueológico, então sob a gestão da Junta de Turismo de Cascais. Os trabalhos de escavação permitiram recolher um diversificado conjunto de espólio funerário, que inclui artefactos de pedra polida e lascada, artefactos votivos de calcário, placas de xisto decoradas, elementos de adorno e cerâmica.

Algum do espólio recolhido neste sítio arqueológico encontra-se em exposição no Museu da Vila de Cascais.

Ver Mais

+ Sobre cascais